31 de agosto de 2016

E eu ganhei o HQMIX (Lista do Zé #7)


Olá, olá!

Estes últimos dias foram bem estranhos. Para nós, o que importa aqui, é que eu venci o Troféu HQMIX, o prêmio mais importante das histórias em quadrinhos no Brasil.

Hoje, ao invés de indicar alguma coisa, eu queria apenas agradecer a todos os profissionais que deram seu voto de confiança a mim. Julho e agosto deste ano foram meses malucos. Um turbilhão de coisas se juntou, entre aniversários de crianças, eventos da empresa da minha esposa e talvez a ação mais importante que já realizei dentro do Sebrae. No dia em que recebi a notícia que tinha ganhado o prêmio (um pouco antes de ser divulgada publicamente), lembro de ter acordado com uma ligação de um cliente transtornado (com razão, diga-se de passagem) com a montagem do evento que coordenei aqui na minha cidade. Eu estava ainda baratinado das ideias, tentando solucionar o problema, quando cinco minutos depois a janela das mensagens do Facebook me trouxe a notícia do HQMIX. E isso foi só um pedacinho dessa gangorra de emoções do bimestre.

O anúncio do prêmio veio junto com a divulgação da personagem que seria o troféu deste ano. The Supermãe, personagem do Ziraldo. É impossível eu não fazer uma associação com a minha mãe, talvez a pessoa que eu mais gostaria que estivesse na premiação, mas que deixou este mundo antes mesmo de ver minhas primeiras publicações ganharem o mundo. Quando eu era criança, minha mãe tinha o costume de comprar a lista de paradidáticos do ano da escola toda de uma vez, logo no mês de janeiro. Junto com ela, eu passava o restante das férias lendo os livros antes mesmo das aulas começarem. Se hoje eu tenho esse amor incondicional por ler e escrever histórias, eu devo tudo a ela. Agora, toda vez que eu vejo a imagem do troféu, esculpido pelo artista Olintho Tahara, eu vejo minha mãe. Acabou então que, sim, ela vai estar vendo de alguma forma tudo isso acontecendo.

Preciso reconhecer também as importantes contribuições da minha esposa, Lara, e filhas, Lana e Clarice, por toda a paciência; do meu pai e irmãos, sempre presentes; da Editora Draco, em especial o Erick e o Rapha, com a parceria de sempre (e que rendeu QUATRO troféus para a editora este ano); e dos meus colegas de projeto, Amorim, Wilton, Ellis e Deyvison, que tem um pedacinho deste prêmio na conta deles. Se o prêmio veio por conta da história, impossível esquecer a contribuição importante que deram as minhas leitoras-beta, Lívia, Rute, Natasha, Rafaela e Alessandra.

Fecha-se um ciclo para Steampunk Ladies: Vingança a Vapor, que no início do ano já havia conquistado também o Troféu Angelo Agostini. Todo o período antes e depois do lançamento deste quadrinho foi esquisito para mim (e eu já falei sobre isso aqui e aqui também). Eu sei bem dos problemas que ele tem, tendo em vista meus objetivos com ele, e gostaria de ter feito algumas coisas de um jeito diferente. Mas só quem faz quadrinho sabe todas as variáveis que rolam desde a ideia na cabeça do roteirista até o livro na estante da livraria. O que eu sei é que, apesar de tudo, a maioria dos retornos deste primeiro volume de Steampunk Ladies foi positiva. A obra conseguiu encontrar seu público de uma forma que eu não esperava. É impossível que eu não siga adiante com este projeto. Por isso, para vocês desta lista, eu adianto que o volume 2 já está a todo vapor (se vocês me permitem o trocadilho). Eu não tenho muito para mostrar ainda, então vou deixar vocês com uma única palavra: LONDRES. :)


A entrega do 28º Troféu HQMIX acontece no próximo sábado, no Sesc Pompeia, em São Paulo, a partir das 19h. Então eu convido aos amigos paulistas a aparecerem no que nós, quadrinistas, chamamos de a grande festa do quadrinho brasileiro.

"Zé, tá tendo Bienal do Livro em SP no mesmo período! Não vai aparecer por lá?", você pode estar se perguntando. Vim num ritmo tão doido nesses dias que demorei a perceber que a cerimônia do troféu aconteceria no mesmo período da Bienal. Infelizmente não me organizei para conseguir estar lá também. Mas a Editora Draco vai estar participando FORTE do evento e, lógico, tem Steampunk Ladies e Quem Matou João Ninguém? no estande da editora.

Você pode deixar um comentário sobre esse texto também no meu Facebook, no post sobre ele.

Obrigado mesmo. E até sábado.

1 comentários:

Alex disse...

Parabéns cara, você merece! :)